Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Milk (2008)

por rita ralha, em 17.02.09

milk.jpg

 

Às vezes, há actores tão bons, tão bons, que, quando se vêem em papéis extraordinários, chegam a fazer-nos esquecer de que são na verdade uma pessoa real, para além daquela [personagem] que estão a retratar. Sean é magnífico, e é tão magnífico, que eu continuo a achar que ele é um político/activista gay (mas vivo) chamado Milk, ainda hoje.

 

Gus Van Sant soube pegar numa história com um tema forte e importante sobre um homem de grandes feitos e soube contá-la bem! Não é nada deprimente, nem pró-gay (nem pró-hetero, já agora) (ao contrário do que eu esperava – mas também, pouco sabia) e tem o lado vantajoso de acrescentar um ponto na minha enciclopédia mental de História.:)

 

Cinco estrelas pelos actores, pela boa história, pela boa realização e pela oportunidade fantástica de ver jovens e bonitos actores em t-shirts justas.

 

*****

1 comentário

Comentar post