Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Bright Star (2009)

por rita ralha, em 13.01.10
bright_star_abbie_cornish_ben_whishaw_jane_campion_movie_review_movie_newsNunca um intervalo foi tão bem colocado num filme. Uma primeira parte agradável e muito visual. Uma segunda parte demasiado melancólica e crua.

Bright Star teria beneficiado muito, caso tivesse oferecido mais paixão, mais calor e um menor enfoque na tragédia.

Numa frase: Filme para amar ou para odiar (suponho que eu fui a excepção...).

6/10

4 comentários

Comentar post