Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Knight of Cups (2015) AKA demasiados mins para 1 filme que podia ser 1 trailer

por rita ralha, em 07.03.16

kinightofcups.jpg

 

De forma geral, considero-me uma espectadora mediana: alguém cujo palato nem sempre é facilmente comprado, mas cujo limiar de tolerância aguenta muita coisa (com exceção de desfiles sonora e visualmente explosivos ao estilo de The Expendibles e outros primos seus). Acrescento também que não sou grande conhecedora do cinema de Terrence Malick.

 

Vi o trailer e imaginei uma história repleta de caras conhecidas, passada no ambiente supérfluo dos trabalhadores de Hollywood, preenchida com aquela luz (nevoeiro?) incandescente que Malick gosta. Imaginei também diálogos.

 

Vi o filme e fiquei com a impressão de ter estado 2h a ver um poema. Como pessoa que adora ver filmes diferentes, louvo a capacidade de Malick de oferecer algo distinto dos formatos normais e de conseguir colocar-nos na pele do protagonista, tornando pulsante a falta de orientação que ele parece sentir. Como pessoa que gosta de estar entretida, não deixaram de ser 120m que na verdade podiam ter sido 45. A história gira sempre em torno do mesmo epicentro, sem que haja visivelmente uma progressão, apenas o experienciar de diferentes situações que parecem gerar invariavelmente o mesmo output.

 

5/10