Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Synecdoche, New York (2008)

por rita ralha, em 30.07.09

Para não variar, Charlie Kaufman escreveu mais um argumentozinho (e se há altura em que este -zinho é completamente irónico, é esta) mirabolante, começando num ponto e acabando noutro completamente distante e incrivelmente sombrio e, sadly, real. Um filme que começa por parecer algo pequeno e pessoal, mas que, no final, se descobre que é um projecto ambicioso e forte causador de uau!s pelo que nele se faz, diz e retrata.

Um filme para quem adorou Adaptation (não basta ter gostado do ESOTSM)

****/*****

1 comentário

Comentar post