Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Jurassic World (2015) aka Como eu nunca me cansarei de ver filmes de dinossauros

por rita ralha, em 15.06.15

Chris-pratt-velociraptor-jurassic-world (2).jpg

 

Disclaimer: Quando era pequena (ontem, portanto), o meu amor pelos dinossauros estava ao nível do meu amor corrente pelo Fassy, logo eu ia sempre gostar um bocadinho deste filme, fosse ele muito bom ou muito mau.

 

Ainda assim, aqui deixo merecidas palavras de elogio sobre a glória deste Jurassic Park Jr. (o II e III são fixes, mas não contam - devia haver uma regra à lá envelhecimento do Porto Vintage: mínimo de 5 anos entre sequelas para garantir o apurar do sabor) que cumpre o seu dever de assustar, emocionar, rir e respirar de alívio, assinalando todos os checks obrigatórios:

 

  • Dinossauros "Bigger and teethier" para assustar
  • Dinossauros fofos para sentir um aaaawwww!
  • Heróis musculados e de olhos bonitos no clássico tom quanto mais me bates, mais gosto de ti
  • Muita gente a fugir, muitas vezes
  • Aquela musiquinha do John Williams que eleva o ritmo cardíaco e que quase deixa os olhos húmidos de felicidade quando vemos uma panorâmica da ilha, ou um baby t-rex ou qualquer outro momento que acentua a nossa "minusculinidade". 

 

Portanto, se gostaram do 1º, vão gostar deste. Se soltaram um "meh..." quando viram este poster na rua, fiquem quietinhos em casa a ver AXN ou algum outro canal pejado de policiais.

 

7/10