Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Horrible Bosses (2011)

por rita ralha, em 05.09.11

Não sei se foram as semanas longas sem cinema ou o meu eterno acting-amor pelo Bateman, mas Horrible Bosses foi muito divertido e fez trabalhar bem os abdominais.

O argumento é animadinho, mas a grande graça vem por intermédio do trio Bateman- Day-Sudeikis, através de um humor muito físico.

Este senhor achou isto: nenhum, mas rigorosamente nenhum, sentido de construção de alguma coisa, narrativa ou outra: são só "momentos", desconexos e descontínuos, prontos a servir com a mesma graça (ou falta dela) no YouTube. Numa palavra, péssimo.

Eu cá acho que ele é parvo. Mas, decidam vocês.

7/10