Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

dear cinema

Críticas simples e curtas.

Boyhood (2014)

por rita ralha, em 13.01.15

Boyhood (1).jpg

 

Ver o Boyhood é uma experiência de realidade. Se é real porque é uma história bem escrita, simples e um retrato puro de uma vida igual à de tantas pessoas ou porque é uma história que nos mostra 12 anos de crescimento verídico, não sei bem dizer.

 

Sei apenas que me soube a vida a sério, tal como os gelados Santini me sabem a fruta verdadeira.

 

É um filme doce que deixa uma vontade imensa de ligar à Patricia Arquette e ao Ethan Hawke a perguntar se não me podem levar a almoçar e dar uma volta no parque no próximo sábado.

 

É grande a probabilidade de ser mais um "The Artist" e arrebatar os best pic awards da temporada graças à sua natureza atípica (mas, é um combo tão perfeito de conceito, atores e argumento que desta vez não faz mal!).

 

8/10